30/06/2011

Fragile



Expus minha fragilidade.
Derramei mais lágrimas do que imaginei ser capaz.
Até a cabeça doer.
E ainda restaram algumas.
Mas não quero que elas saiam.
Porque me falta o ar e a dor é enorme.

Joguei de lado minha casca, minha armadura.
Aliás, nunca as tive quando estava ao lado dele.
Sempre me mostrei como sou.
Nua e crua.
Sentimental..
Intensa.

Independente do tempo que estamos juntos, a gente já viveu muita coisa.
E o sentimento aqui dentro de mim só fez crescer.
Mesmo com tudo o que aconteceu e o que ouvi.
Queria ter forças pra simplesmente apagar e deixa-lo seguir, já que não sabe o que fazer.
Mas eu também não sei.
Porque este sentimento me prende.
E eu não quero perde-lo.
Não quero que acabe.
Não assim.
Vai doer muito mais.

Eu sei que a gente pode sim ser feliz junto.
Sei que este sentimento pode crescer, tanto em mim quanto nele.
Sei que pode também não acontecer e a gente sair machucado.
Mas a dor do "se" é muito pior.
A incerteza, o estar abrindo mão de algo que poderia ser tão bom, tão lindo, tão forte.

E se não for, não é culpa de ninguém. Só da vida.
Se eu não tivesse isto dentro de mim, se não acreditasse, não estaria insistindo, lutando por este sentimento.
Não insisto em coisas que acredito que não levam a nada e lugar nenhum.

O pior é a gente ser tão parecido.
E eu me sentir completa, ate mesmo com os defeitos dele.

Se não fosse desta forma, seria tudo mais fácil.
Botaríamos um ponto final e pronto.

Mas esta incerteza nos ronda e enquanto ela existir, continuaremos sem saber o que fazer e o "muro" continuará existindo.

Queria que ele pudesse ver o que tenho dentro de mim...
____________________________
Espero que esta incerteza passe logo.
Pois ela me angustia.
Eu quero tê-lo ao meu lado por inteiro.
E se no final, se após as dúvidas a certeza for outra, o caminho estará livre.
E a gente segue.
Vai ser muito dificil no inicio.
Mas já reparou na capacidade de superação do ser humano?

O sentimento não acaba. Ele continuará aqui.
Eu só não queria mais uma história inacabada pra minha vida.
Ainda mais se é uma história que sei que pode dar certo, como tem dado.
Tenho vivido tudo da melhor forma que posso, com toda a intensidade que sou capaz.
Je t'aime... Pra caralho!

"O importante, o irreversível, o definitivo, o claro nessa história toda é que eu gosto muito de ti."

Caio Fernando Abreu

2 comentários:

Paulus disse...

Para não fazer parte disso, eu quis morrer, quis ir embora, quis perder para sempre a memória... (Caio Fernando Abreu)
Um abraço...

Vanilla disse...

Tá lindo seu blog Rah...
beijo enorme!