27/12/2016

Por que as pessoas traem?



Em algumas culturas é normal um homem ter mais de uma mulher. 
Nunca soube de nenhuma em que é normal a mulher ter mais de um parceiro.
Alguns dizem que é da natureza do ser humano trair, por causa de seu "instinto animal". 
Nunca concordei com essa premissa. Primeiro porque nunca senti realmente a necessidade de trair, mesmo já tendo sido algumas vezes. Segundo que sabemos que existem animais que possuem uma só parceira por toda a vida. 
Eu não acredito em um amor único para a vida toda. Alguns dizem existir... Prefiro acreditar que podemos ter vários amores, cada um com algo especial. 
O que diferencia é o amor que fica. O amor que você QUER pra vida toda. Aquele que vale a pena. 
Amor sem esforço. Não sem batalhas, elas existem. 

Aí é que me pergunto: Por que as pessoas traem? 

Se você está com alguém e esse alguém não parece ser o amor para a vida toda, se você ainda sente necessidade de estar com outras pessoas, ou se você está sozinho e se submetendo a ser uma "outra pessoa" de alguém, pare e pense. 
Isso vale a pena? É o que vai trazer a sua felicidade e bem estar? Está se valoriando e valorizando a pessoa ao seu lado? Você se colocou no lugar do seu parceiro ou do parceiro da pessoa com quem se envolveu? 
Sente orgulho de quem você é e suas atitudes condizem com quem você é? 

Se alguma das respostas for não, acho que você já sabe o que fazer. 

Já escutei alguns dizerem "mas todos fazem isso ou pior". 
"O sentimento é que importa". 
"Tal pessoa não tem importancia alguma, é diferente".
"É só diversão". 

Escutei esta frase de amigos que trairam, de amigas que foram traídas e escutaram alguma dessas e eu mesma já ouvi uma ou outra. 

Se uma pessoa se jogar de um penhasco você também vai se jogar? Então não justifique com "todos fazem". Não é certo e não são todos. 
O sentimento é o que importa sim, especialmente o sentimento do seu parceiro. 
Não é diferente. A outra pessoa tem sentimentos. Não é descartável. E a pessoa que está ao seu lado também não. 
Quer diversão? Vá a um parque.  
As pessoas não são brinquedos. 
Se não está feliz, se está faltando algo, antes de sair procurando e correr o risco de magoar alguém, deixe a pessoa ai seu lado livre. Se não está valendo a pena, se o esforço é demais, segue a vida.

Seja o tipo de pessoa com quem você gostaria de estar. De quem se orgulharia. Que se olha no espelho e gosta do que vê lá no fundo. De quem seus filhos se orgulharão. Se ame. Primeiro e antes de tudo, se ame. 
Só é capaz de doar e receber amor aquele que realmente sabe o valor e o amor que tem por si mesmo. 

18/11/2016

Aqueles dias nublados.

Tem dias como o de hoje em que me pergunto qual é minha missão nesse mundo. 
Dias em que me sinto inútil, infeliz. 
Dias em que não sei o que ainda estou fazendo aqui e qual o propósito disso tudo. 
Sei que as dificuldades nos fazem mais fortes. Que os tombos nos fazem levantar cada vez mais firmes. 
Mas as vezes a impressão que tenho é de não estar tendo forças para levantar. Uma queda atrás da outra. 
Mas espero que o amanhã seja melhor. 

09/08/2016

Sobre o amor e o tempo.

Seria o amor capaz de superar tudo? 
Apesar de ser uma pessoa romantica, sonhadora e que acredita nas mudanças, eu não sei muito bem responder a essa pergunta. 
Sempre que fui questionada sobre isso, minha resposta foi negativa. 
"Não. O amor não supera tudo. Nem sempre Amor é o suficiente". 
E quando digo que nem sempre é o suficiente, estou pensando nos momentos em que a solidão existe mesmo não estando sozinho. Penso no quanto as vezes você se doou e o que recebeu não foi o bastante. Penso no quanto foi magoado, inúmeras vezes, de tal maneira que aquela ferida nunca se fecha. Penso em como o passado incomoda e se faz presente quando tudo o que você gostaria é passar uma borracha. Quando você se dá conta de que seus planos e sonhos para o futuro ficam meio embaçados, parecendo lembrança de algo que pode nunca acontecer.

O amor é suficiente pra te fazer esquecer tudo? 
Eu tenho experiencia em relacionamentos com um fim triste, de planos desfeitos, de expectativas fracassadas. 
Então não sei dizer se o amor supera tudo. 
Com o tempo aquelas magoas (de cada relacionamento vivido) foram deixadas para trás. Não doem mais. Cicatrizaram. 
Hoje consigo me lembrar de cada um com mais carinho do que dor. 

Então disso eu sei falar. O tempo cura. 
E só ele pra dizer se o Amor supera tudo. 

29/07/2016

Ei, que vazio é esse no seu olhar?



Ei garota, tá tudo bem aí dentro? 

O que houve?

To achando tudo meio vazio. 

Aqui costumava ter um tapete de boas vindas, e um abraço caloroso à espera.

Mas não tem nada, nadinha.

Até minha voz tá ecoando.

Tem certeza que está tudo bem?

Quando foi que tudo ficou desse jeito?

Que bagunça é essa?

No chão são fotos rasgadas? Cartas queimadas?

Quando foi que você se perdeu?

Seu coração foi um dos mais bonitos que já tive a oportunidade de conhecer.

Sempre acreditava mais uma vez.

Só mais uma.

E perdoava quem quer que lhe pedisse bandeira branca.

E resguardava os refugiados do amor.

E acalentava no frio gélido da indiferença.

Você era um coração pulsante.

Daqueles que você tem certeza que a chama nunca vai se apagar.

Você mantinha a esperança viva em meio ao caos.

E bradava contra a solidão.

E lutava contra os que não acreditavam no amor.

E o seu sorriso. Ah, o seu sorriso.

Ele dizia "Fique ao meu lado e corra o risco de ser feliz para sempre''.

Você era um final feliz fora dos contos de fada.

E o que aconteceu?

Me diz, mas me diz agora.

Quem foi que fez isso?

Fez do seu coração um campo de guerra com pedaços mutilados por todas as partes?

Não sobrou nada.

Os olhos não brilham.

O sorriso se apagou.

Não tem borboleta por aqui mais.

Tá escuro.

Tá frio.

Tá vazio.

Tá doendo.

Já sangrou.

Cicatrizou.

E ficou assim, vazio.

Quando foi que seu coração deixou de acreditar? 

17/04/2016

Quando se fala de saudade...



Todos temos saudades. Do que já não é e do que nunca será. Do que passou e do que era incerto. A pedra lançada e a oportunidade perdida. Do passado, do presente e do futuro que não acontecerá. 

Todos temos saudades.

Até de nós mesmos.


_____

R. M.

09/02/2016

Não se arrependa de envelhecer! :3



Inicio hoje o vigésimo sexto ano da minha vida. 
Eu poderia ter feito muito mais nos vinte e cinco que se foram, mas também nao fiz pouca coisa. Acho que fiz o que fui capaz nas circunstâncias que me encontrava. A maioria dependia de mim, não todas. 
Muita gente leva a vida sem tomar responsabilidade pelos próprios erros e fracassos, culpando os outros ou procurando o que quer que seja pra se justificar. Não. Não faço isso. 
Eu sei que poderia ter sido melhor, mas sei que fiz o possível para mim. 
Hoje, aos vinte e seis, minha cabeça não é tão igual a dos dezesseis. 
Sinto meu amadurescimento de uma forma que as vezes me acho uma chata. Haha! E dá saudade daquela menininha dos dezesseis... 
Hoje sinto necessidade de estabilidade ao mesmo tempo em que anseio por aventuras e conhecimento. 
Hoje meu circulo de amigos é minúsculo. De colegas também. Mas meu laço com minha família é mais forte. 
Hoje minhas noites são metade em claro devido a minha ansiedade, preocupações com coisas que nem senpre tem a ver comigo...
Pois é. Insônia crônica. Mais uma pra lista dos problemas. Por sinal, dizem que quando vamos ficando mais velhos os problemas aumentam. Minha gaveta de remédios é prova disso. Hahahaha!!! 
O que eu quero pra hoje, pra esse ano e para os anos seguintes, é saúde, paciência, sabedoria e sucesso. Em tudo que me propuser a fazer. Seja na minha estabilidade, seja em minhas aventuras... E que tenha sempre aquele alguém que vai se lembrar de mim, fazer uma pequena prece em meu nome e sorrir. 
Porque já fiz a diferença na vida dele de alguma forma. 
Amém.