29/03/2012

Assim seja,


"Que a gente aprenda cada vez mais a dizer sim às pessoas certas, a dizer não quando sabemos que é preciso, a não dizer nada quando não sabemos o que dizer.

Que a gente saiba quando lembranças são apenas lembranças, quando as coisas não tem mais conserto, quando o que tá feito tá feito, e a hora certa de bater em retirada.

Que a gente perceba quando o amor é amor de verdade e não uma paixão passageira, quando uma amizade é verdadeira, e quando a gente não entende o que aquilo é ou pode se tornar, mas se vale a pena continuar.

Que a gente tenha sempre certeza da vida, da morte, da hora certa de parar."
(Rah)

28/03/2012

Dos meus pensamentos e medos do futuro (?)



Ultimamente alguns pensamentos tem ocupado minha cabeça.
Chegando ao final da faculdade, somado aos ultimos acontecimentos em minha vida e todos os outros, tudo o que tenho pensado é:
Será que dou conta?
Será que consigo ter uma vida futura?

Fico olhando estas pessoas que já estão com a vida de certa forma "feita", com sua profissão/carreira, família, casa, etc.
Que já passaram por tanta coisa, mas parecem ter tanta facilidade em lidar com isso.

Será que eu consigo?
Será que eu posso?
Um dia vou olhar pra trás e dizer que eu cheguei lá?
Sinceramente, não vejo isso.

Tenho sim, meus sonhos, meu ideal, meus objetivos.
Mas não tenho tanta esperança de que sejam realizados.
As vezes acho que ficarão só na fantasia.

As vezes acho que não chegarei tão longe. Nem de perto.

Muitos podem dizer que é um pensamento pessimista.
É, pode ser.
Mas é um medo de fracassar.
Um medo de dar tudo errado.
Ou melhor, nem isso, porque até pra dar errado algo tem que acontecer.

Sempre tentei ver as coisas por outros ângulos.
Mas não estou conseguindo.
Tenho uma sensação forte dentro de mim, de que não vou muito longe.
Não porque não quero, não porque não vou tentar.
Mas porque não poderei.

Domingo, assistindo o programa Fantástico fazer uma homenagem ao humorista Chico Anysio, fiquei imaginando como seria mais fácil se as coisas fossem como Chico disse em sua crônica. A gente 'nascesse' velho e 'morresse' criança.

Pra quem não viu,





BeijO

18/03/2012

Das coisas que ficam


Eu sei que aos poucos as coisas voltam pro lugar.
Algumas ocupam um lugar diferente.
Outras, não voltam mais.
Mas é melhor assim.

As coisas importantes são as que ficam.

Sim, o tempo é bom para sarar nossas dores.
Os risos voltam aos nossos lábios.
As lágrimas não descem tanto como antes...
E a gente acorda com mais vontade a cada dia que nasce.

O ano está difícil, é verdade.
Mas quando é que foi fácil?

:)

No fundo, bem lá no fundo, eu sei que dou conta.
Faço essa linha de 'não sei se aguento', mas é porque sei que é bem mais fácil quando temos o apoio das pessoas que amamos.

Beijos.
______________________
Ps: é, sumi. Facul, estágio, fisioterapia, concurso, enfim... Vida corrida!
Me vejam mais lá no face. Link aqui no blog mesmo. Aproveitem e visitem a página Brincando de ser Feliz (ali do lado direito). ;)

02/03/2012

Saudade é pouco.



O que nós iremos sentir, é muito mais que isso.