28/08/2009

Veríssimo



"Acho a maior graça. Tomate previne isso, cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas não exagere...

Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.

Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.

Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de idéias.
Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me
embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.
E telejornais... os médicos deveriam proibir - como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo,
faz muito bem! Você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde!
E passar o resto do dia sem coragem para pedir
desculpas, pior ainda!
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada!"

[Luís Fernando Veríssimo]

Afinal, nós somos do tecido que são feitos nossos sonhos!

Eu adorei este texto..
Espero que gostem também!

Beijo grande!

23/08/2009

Mude...

.
.
.








"Mude.
Mas comece devagar,
porque a direção é mais importante que a velocidade.

Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.

Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas,
calmamente,
observando com atenção os lugares por onde você
passa.

Tome outros ônibus.

Mude por uns tempos o estilo das roupas.

Dê os teus sapatos velhos. Procure andar descalço
alguns dias.

Tire uma tarde inteira pra passear livremente na
praia, ou no parque,
e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas.

Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.

Durma do outro lado da cama...
depois, procure dormir em outras camas.

Assista a outros programas de TV, compre outros
jornais... leia outros livros.

Viva outros romances.

Não faça do hábito um estilo de vida.

Ame a novidade.

Durma mais tarde. Durma mais cedo.

Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.

Corrija a postura.

Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores, novas delícias.

Tente o novo todo dia,
o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo
jeito, o novo prazer, o novo amor, a nova vida.

Tente.

Busque novos amigos.

Tente novos amores.

Faça novas relações.

Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida, compre pão em outra
padaria.

Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.

Escolha outro mercado... outra marca de sabonete,
outro creme dental...

Tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores

Vá passear em outros lugares.

Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.

Troque de bolsa, de carteira, de malas,
troque de carro, compre novos óculos, escrevas outras
poesias.

Jogue fora os velhos relógios,
quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.

Abra conta em outro banco.

Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros
teatros, visite novos museus.

Mude.

Lembre-se que a vida é uma só.

E pense seriamente em arrumar um novo emprego,
uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais
prazeroso,
mais digno, mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre,
invente-as.

Seja criativo.

E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,
longa,
se possível sem destino.

Experimente coisas novas.

Troque novamente.

Mude, de novo.

Experimente outra vez.

Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores do que as já conhecidas.

Mas não é isso o que importa.

O mais importante é a mudança, o movimento, o
dinamismo, a energia.

Só o que está morto não muda!"

[Pedro Bial]


Você quer? Faça.
Não fique aí parado
Levante-se.
Corra atrás..
Torne possível. Torne real.
As coisas não caem do céu no nosso colo.
É preciso atitude.
É preciso coragem.
Nada é fácil, é verdade.
Mas quem disse que é impossível?
Tente.
Realize.


BeijOs, colegas!

17/08/2009

Amor e Sexo..hmm!



Amor é propriedade
Sexo é posse.
Amor é a lei.
Sexo é invasão.
O amor é uma construção do desejo.Sexo não depende de nosso desejo; nosso desejo é que é tomado por ele.

Amor e sexo, são como a palavra farmakon em grego: remédio ou veneno - depende da quantidade ingerida.

O sexo vem antes.
O amor vem depois.
Ou...o amor vem antes...depois o sexo...
No amor, perdemos a cabeça, deliberadamente.
No sexo, a cabeça nos perde.
O amor precisa do pensamento.
No sexo, o pensamento atrapalha.
O amor sonha com uma grande redenção.
O sexo sonha com proibições; todas fantasias são permitidas.
O amor é o desejo de atingir a plenitude.
Sexo é a vontade de se satisfazer com a finitude.
O amor vive da impossibilidade - nunca é totalmente satisfatório.
O sexo pode ser, dependendo da posição adotada.
O amor pode atrapalhar o sexo.
Já o contrário não acontece.
O amor é mais narcisista, mesmo entrega, na 'doação'.
Sexo é mais democrático, mesmo vivendo do egoísmo.
Amor é um texto.
Sexo é um esporte.
Amor não exige a presença do 'outro'.
O sexo, mesmo solitário,precisa de uma 'mãozinha'.
Certos amores nem precisam de parceiro; florescem até na maior solidão e na saudade.
Sexo, não - é mais realista.
Nesse sentido, amor é uma busca de um sonho...
Sexo é uma bruta vontade de verdade.
O amor vem de dentro, o sexo vem de fora.
O amor vem de nós.
O sexo vem dos outros.
O sexo é uma selva de "epilépticos" (N. Rodrigues).
O amor inventou a alma, a moral.
O sexo inventou a moral também, mas do lado de fora de sua jaula, onde ele ruge.



O amor tem algo de ridículo, de patético, principalmente nas grandes paixões.

O sexo é mais quieto, como um caubói - quando acaba a valentia, ele vem e come.

Eles dizem: 'Faça amor, não faça a guerra'.

Já o sexo quer guerra.

O ódio mata o amor, mas o ódio pode acender o sexo.

Amor é egoísta; sexo é altruísta.

O amor quer superar a morte.

No sexo, a morte está ali, nas bocas.

O amor fala muito.

O sexo grita, geme, ruge, mas não se explica.

O sexo sempre existiu - das cavernas do paraíso até as 'saunas relax for men'.

Por outro lado, o amor foi inventado pelos poetas provençais doséculo XII e, depois, relançado pelo cinema americano da moral cristã.

Amor é literatura.

Sexo é cinema.

Amor é prosa.

Sexo é poesia.

Amor é mulher.

Sexo é homem.

O amor dura muito...

O sexo dura pouco.

Amor busca uma certa 'grandeza'.

O sexo é mais embaixo.

O perigo do sexo é quevocê pode se apaixonar...

O perigo do amor é virar amizade...

Com camisinha, há sexo seguro, mas não há camisinha para o amor.

O amor sonha com a pureza.

Sexo precisa do pecado.

Amor é a lei.

Sexo é a transgressão.

Amor é o sonho dos solteiros.

Sexo,o sonho dos casados.

Amor precisa do medo, do desassossego.

Sexo precisa da novidade, da surpresa.

O grande amor só se sente na perda.

O grande sexo sente-se na tomada de poder.

Amor é de direita.

Sexo, de esquerda - ou não, dependendo do momento político.

Atualmente,sexo é de direita. Nos anos 60, era o contrário. Sexo era revolucionário e o amor era careta...

E vive L'AMOUR...e o SEXO também!

;D

Beijos!

13/08/2009

Pelos caminhos da vida..



Nos nossos caminhos encontramos gente de todo tipo.
E algumas delas passam a fazer parte do nosso eu.
Tudo o que sou tem um pouco de cada um que surgiu na minha longa estrada.
De todas estas pessoas retirei um pouquinho das coisas boas e aprendi com as coisas "ruins", com os erros.
Cometer erros é inevitável.
Ninguém está imune a isto.
Não se pode acertar sempre, não se pode ganhar sempre, não se pode estar feliz e de bem com a vida sempre.
Temos os nossos momentos de bicho, de maldade, onde deixamos o nosso lado ruim sobressair.
Já dizia o poeta Fernando Pessoa: "Todos temos por onde sermos desprezíveis. Cada um de nós traz consigo um crime feito ou o crime que a alma lhe pede para fazer."
O importante é se arrepender das coisas ruins e aprender com elas.
Cometer erros nos faz crescer mentalmente, "humanamente" (inventei!) e espiritualmente.
Se erramos temos a chance de aprender com este erro e tentar acertar ou consertar isso.
Burrice é insistir no erro.
Não sou nenhuma santa, não sou perfeita e nem quero ser.
Ninguém é..
Somos seres humanos, seres errantes, que estão sempre correndo atrás dos nossos sonhos, caindo as vezes, saltando obstáculos, sendo derrubados por pessoas que considerávamos amigos, mas sempre nos levantando e seguindo.
Afinal, "O tempo não pára".
E é isso que faço sempre.
Se não deu certo desta vez, procuro o porquê, mudo o que for necessário e tento novamente.
Desistir nunca.

E fica aí um pensamento:

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos."
[Fernando Pessoa]

08/08/2009

Um amor...



"Eu quero ir embora, eu quero um amor que me carregue para longe daqui, que me leve, me leve, me leve embora, me ame com força e desespero, machuque minha boca no primeiro beijo porque queria muito, que tatue meu nome no braço mesmo sabendo que não é para sempre. Vamos fugir, vamos sumir, ser estranhos longe de todo mundo. Eu quero um amor que me puxe com força e não me dê opção senão me deixar levar, eu quero ir, eu quero ir, eu quero ir embora daqui. Eu quero um amor que me perca, me ache, me deixe tonta e confusa, eu quero, eu quero um amor que me leve, que perca, me ache, que me ganhe de cara. Que me guie, me guarde, me governe, me ilumine, me incendeie, me cause insônia e raiva e ciúme e lágrimas e febre e riso. Eu quero um amor que me canse, me canse, não canse nunca e me canse e se canse. Eu quero um amor de verdade, puro, limpo, imaculado, sagrado, que vá até o fundo, até onde ninguém foi. Eu quero um amor que me olhe nos olhos, não tenha medo de se jogar no abismo, de se jogar em mim, disposto a arder no inferno por nós. Que esteja lá não importando para onde eu queira ir. Eu quero um amor de janta e café da manhã, que não prometa nada, que não dê nada além do que for tão verdadeiro que me deixe doente, louca, rouca, suada, cansada, que arranque minha paz junto com meu coração. Eu quero um amor que me leve até o fim."

E só...


[tirei daqui]
BjO!

Reflexão...




Estes dias que estive no hospital fiquei refletindo sobre minha vida, sobre as pessoas que tenho a minha volta...
Tive momentos de solidão.
Momentos em que lágrimas teimavam em cair e molhar o meu rosto.

Olhava para o mundo lá fora, tão distante.
Foram 17 dias sem "ver a cara da rua".
Comecei a perceber algo que já sabia mas não havia sentindo tanto na pele.
Como a vida da gente é frágil, é rápida..
Passei por tanta coisa que jamais imaginaria passar.
Depender dos outros como estava dependendo.
Me sentir sozinha como me senti.
Descobrir pessoas que gostam tanto de mim de um jeito que eu não imaginava.
E descobrir a consideração de outras que eu pensava que estariam sempre comigo e se preocupariam comigo que na verdade mostraram o contrário.
Perceber quem realmente é amigo, quem realmente se importa.
É tão triste você perceber que se engana com as pessoas!
Perceber claramente quem é amigo pra tudo e quem é amigo pra "baladas".
Descobrir que quando você mais precisa as pessoas se afastam..
Somem..
Dar valor a coisas simples do dia-a-dia que às vezes não percebemos ou não damos importância.
Estou chorando novamente escrevendo estas linhas.
Dói o peito, dói a garganta.
Dói o coração.
Solidão as vezes é necessário sim, mas neste momento é tão ruim!
Machuca..

Por causa disso tudo eu resolvi rever alguns conceitos.
Mudar.
É preciso!

Beijos, colegas!

Selinhos!

Olaaa colegas da blogosfera!
Vamos aos selinhos indicados pela Evelyn do cUpCaKe AnD rOcK' rOLL




Regras:
1) Exibir o selo e as regras abaixo:Já exibidos
2) Linkar quem te deu o selo: cUpCaKe AnD rOcK' rOLL
3) Indicar três produtos dos sonhos que um dia pretenda ter

Bolsa da Lui Vuitton
Um armário lotado de sapatos de todos os tipos e cores
Um guarda-roupas lotado também..

(eu não sou tão ligaada assiiiim nesssa coisa de marcas e tal..Gosto do que fica bonito e faz me sentir bem. Meus "sonhos" mesmo são com coisas eletrônicas supermodernos e tal..Como boa aquariana que sou..gosto de novidades!)

4) Passar para quantas Blogueiras desejar

No fim do post coloco as indicadas



1. Deve exibir o selinho em seu blog

2. Postar o link do blog que te indicou

Ja postei ali em cima.. O cUpCaKe..

3. Listar 5 desejos de consumo que te deixariam mais glamurosa

Um carro ecologicamente correto com designe bem "moderno" pretinho.

e nem sei os outros 4.. É dificil!
haha

4. Indicar 10 amigas glamurosas e avisá-las que foram escolhidas

Como disse, no fim do post.



Regras:
1. Postar o selinho e as regras.
2. Responder às perguntinhas:

- Uma música mágica: Sutilmente - Skank
- Um filme mágico: O Curioso Caso de Benjamin Button
- Uma viagem mágica: Vou citar duas.. Floripa e São Thomé das letras.. Floripa foi mágico pq estava com amigas..pessoas magicas.. São Thomé é mais pelo lugar que é mágico.
- Um acessório de maquiagem mágico: Sombras O Boticário

3. Indicar o selinho para 5 blogs mágicos.
As indicadas estão no final do post



Regrinhas:

1. exibir o selinho no seu blog

2. postar as regrinhas

3. indicar o nome e o blog de quem lhe passou o selinho (Evelyn do cUpCaKe)

4) citar três motivos de doçura e elegância

- Honestidade

- Sinceridade

- Humildade, afinal, ninguém é melhor que ninguém. Somos todos iguais.

5) indicar, no mínimo, três blogs que vc considera DOCE e ELEGANTE, sem esquecer de postar o link e avisá-las!

- As indicadas estão no final do post




Regrinhas:

1) Exibir o selo e as regras (já postado)

2) Linkar quem te deu o selo - http://cupcakerock.blogspot.com

3) Indicar, na sua opinião, a nota 10 sobre:

- país: Inglaterra, Austrália (mas eu gostaria de conhecer muito outros)

- marca de batom: Não sou muito de usar batom e sim gloss.. Gosto de Natura e Boticário.

- perfume: Y de Faces de Natura e Secret Garden de Victoria's Secret

- revista de moda: Não leio muito revista de moda..Leio Galileu pq sempre tem materias sobre psciologia e outros assuntos da atualidade. Também gosto da Mente e Cérebro.

4) Mandar o endereço do msn pra gente se conectar sempre: quem quiser deixa o comentario que passo depois.

5) Indicar 5 blogs que receberão este selinho: Aí embaixo.

Audrey do Audrey disse
"Docka" do Boneca Platinada
"Fofa" do Coisas de Fofa
Déia do Depois do Divã
Janaína do Entre a Loucura e a Arte
Aline do iPointeen
Liza do Mina de Minas
ST do Psicólogo também é gente!
Vanilla do Vanilla Sky

E tem um que é do meu amigo que sei que ele não vai colocar os selinhos, mas ele merece mesmo assim. O Iccaro

Selinhos postados, blogs indicados!

BeijO, pessoas!

05/08/2009

I'm back!



Olááá pessoas!
Andei sumida né?
Vou explicar o pq...

Contando tudo do inicio, há uns 3 ou 4 anos atras, fui atropelada na cidade em que morava (Itabira). Na época, como não tinha sido nada "d+", eu fiquei consciente e talz, só senti mesmo a dor do impacto..
Não fui ao médico (pois é..adolescente acha que é de aço).
A mulher (sim,era mulher no volante..rsrs) ate queria me levar ao hospital mas eu falei que não havia necessidade.
Nos dias após o acidente eu sentia dores na coluna, especialmente na lombar.
Não me preocupei pensando ser normal devido ao impacto do carro.
Nos meses seguintes sentia às vezes aquela dorzinha mas achava que era da postura, do colchão, da academia...Portanto, nem preocupei.
Ano passado voltei para a minha cidade (Betim) para cursar faculdade e trabalhar.
Faculdade + Trabalho de caixa de loja de shopping = sentada o dia inteiro.
Quando saí da loja comecei a trabalhar de digitadora de telemarketing na Apae daqui, que é meu atual emprego.
Portanto, continuo trabalhando sentada o dia todo, porem com a diferença que não trabalho fim de semana (mas estou de licença desde maio).
No final do ano passado para esse ano comecei a sentir dores mais frequentes e em janeiro ate comecei a fazer aulas de jump, as quais eu faltava muito por causa das dores.
Até que resolvi parar pois estava jogando dinheiro fora.
A dor começou a ficar frequente demais e ate irradiava para minha perna direita.
Foi aí que resolvi procurar um médico.
Procurei um neurocirurgião que eu ja conhecia pois meu pai ja fez 4 operações de hérnia de disco. Então eu sabia que era bom...
Fui submetida a exames de raio x, tomografia, ressonância, sangue e tudo mais..
Eis que vem o resultado: FRATURA na coluna lombar.
Não sabemos ao certo se foi mesmo o acidente de anos atras ou outra coisa.
Fiz todo tipo de tratamento possível até chegar ao último recurso: a CIRURGIA.
Dia 20 de julho fui para o hospital e as 7:30 da manhã estava entrando pro bloco cirurgico. Só fui chegar ao quarto as 21:40!
Na verdade era pra eu ter saído de lá em 4 dias..
Eis que surge outro problema no dia 22: não estava conseguindo mexer a perna esquerda direito.
Quando o médico olhou, o parafuso (sim,agora tenho em mim 4 parafusos e 2 chapas de titânio) estava esbarrando no nervo e este apelou e resolveu não funcionar mais.
Volteeei pra mesa de cirurgia pra mudar o parafuso de lugar na sexta dia 24.
Até aí tudo bem.. Só que no fim de semana seguinte começou a sair dos cortes um líquido chamado líquor que passa na medula e no cérebro.
Esse trem quando vaza dá uma dor de cabeça tão forte que parecia que eu ia morrer, que a cabeça ia explodir!
Por causa disso, na terça meu médico fez uma pulsão pra drenar esse tal de líquor.. Só que na noite de terça pra quarta não drenou nada e enxarcou o curativo..
Na quarta tentaram fazer outra pulsão que também não deu certo e então voltei pro bloco pela 3ª vez em 10 dias.
Desta vez deu certo..
Até padre foi me dar a Unção dos Enfermos e recebi até passe espírita..
Estava precisando né?
Fiquei no hospital até hoje pq tenho que ficar de repouso, afinal, cortou, abriu de novo, e de novo.. Fica dificil de cicatrizar..
Terei de ficar de repouso ainda um bom tempo.
Sofri viuu.. Posso dizer que sou mesmo guerreira, pq passei por poucas e boas!
Mas o pior ja passou né?
Graças ao de lá de cima!

Bom, este post foi só pra explicar o sumiço e dizer que estou viva..
Amanhã escrevo umas coisas que fiquei refletindo estes 17 dias...
Aproveito pra agradecer a Evelyn do blog cUpCaKe AnD rOcK' rOLL pelos selinhos..
Assim que colocar tudo em ordem eu posto e faço tudo como manda o figurino!

"..Eu voltei, agora pra ficaaar.. Porque aqui...Aqui é meu lugaar.."
=D

BeijOs!