31/05/2012


Assim como as estações,
as pessoas têm a habilidade de mudar.

Não acontece com freqüência, mas 
quando acontece, é sempre para o bem. 
Algumas vezes leva o quebrado 
a se tornar inteiro de novo. 
Às vezes é preciso abrir as portas para novas 
pessoas e deixá-las entrar. 
Na maioria das vezes, é preciso apenas uma 
pessoa que tenha pavor de demonstrar o que 
sente para conseguir o que jamais achou possível. 
E algumas coisas nunca mudam. 
E que comece o novo jogo.


[Gossip Girl]

30/05/2012

Uma resposta para seguir.

(...)
Talvez um único encontro nos responda.
Talvez estar frente a frente, desarmados, possamos descobrir se é algo que deve ficar apenas na lembrança ou se é algo de verdade do tipo que não se deixa escapar.
Assim poderemos seguir nossos caminhos.
Juntos ou separados.

Algumas vezes na vida é apenas disso que precisamos para seguir em frente. Uma resposta. 

Sei que você não irá ler isso agora pois nem sabe da existência desta página. Mas, quem sabe um dia?

25/05/2012

Meus bons amigos, onde estão?

Nos ultimos tempos tenho sentido um vazio, uma solidão. Há um lugar não preenchido. Sinto falta de um tempo passado, de momentos de tantos sorrisos, cercada de amigos e poucas preocupações. Hoje sou cercada de preocupações e os amigos estão espalhados... Ainda os tenho, mas vejo com tão pouca frequência que por mais que eu saiba que posso contar pra tudo, é como se não pudesse. E quando estamos juntos, tudo o que quero fazer é aproveitar o momento e esquecer de qualquer coisa que possa estragar. Tenho saudades das velhas amizades.
Tenho partes minhas espalhadas por aí... E frequentemente estas partes me fazem falta.
 "Vez em quando é importante convocar as saudades. Elas nos recordam quem somos."

12/05/2012

Mar se o céu for você, se você for pra mim, entrego tudo a Deus.

       


Quero fazer cem canções
Rolar mil vezes na cama
Rir até doer
Faça uma ligação
Tire esse frio daqui de dentro
Quando não for assim
Mande uma mensagem pra mim

Ainda lembro o gosto
Do beijo que você me deu
Mar se o céu for você
Se você for pra mim
Entrego tudo a Deus
Eu digo que sim
Mar se o céu for você
Se você for pra mim
Entrego tudo a Deus
Eu digo:

Bem vindo, meu amor
Pequeno, eu vou
Cair nos seus braços
Quero enlouquecer
Deixa acontecer

Bem vindo meu amor...
Pequeno eu vou...
Sorrindo!

06/05/2012

Porque mesmo sabendo de todos os contras, de tantos contras, ainda insistimos em ficar perto?

Se depois de tudo, de tanta insistência, já vimos que não dá certo, ou que dá, mas não daquele jeito, por que continuar? Por que essa esperança boba de que 'um dia' as coisas podem ser diferentes? Tá, podem sim. Mas agora a realidade é essa, oras! Os caminhos são diferentes. Não dá pra caminhar junto com os braços tão distantes. Não dá pra dar as mãos. Os braços não se esticam tanto. Não dá pra ser. O que dá agora, é no máximo andar lado a lado. Nem precisa ser de mãos dadas. A gente pode ficar próximo enquanto nossos caminhos não se distanciam tanto. Porque não consigo me afastar tanto ainda. Mas uma hora o 'adeus' vai acontecer. Não sabemos se os caminhos vão se cruzar de novo... Mas até lá, ele vai dizer: "Se cuida". Vou dizer o mesmo. E vou seguir, como sempre, tropeçando e tentando cuidar de mim.