30/12/2011

Pode entrar...


Há muitas coisas sobre mim que não se pode saber ao se olhar só de relance.
Algumas, mesmo com certa convivência ainda ficam subtendidas.
É preciso um olhar mais profundo para perceber e entender um pouco de minhas mazelas, minhas dores, medos, amor, sentimentos, sonhos.
O que deixo transparecer é apenas a ponta de um iceberg.

[Rah]


Pra 2012, peço menos choro e mais ombros para chorar.
Menos sorrisos falsos e mais gargalhadas escandalosas e gostosas.
Menos falsidade e mais mãos estendidas.
Mais noites bem dormidas.
Mais lágrimas de felicidade.
Mais amor correspondido.
Mais sexo com amor e respeito.
Mais cumplicidade.
Mais amizade verdadeira.
Mais energia positiva.
Mais vento no rosto.
Mais cafuné.
Mais coisa boa e gente boa.
Menos tristeza, menos pobreza, principalmente de espírito.

Um 2012 MARAVILHOSO para todos!


Que seja tremendamente melhor que 2011...

24/12/2011

Bom Natal!



Acho engraçado como eu, as pessoas, muita gente fica um pouco mais sentimental em época de Natal/Ano novo.
Bom, de mim posso dizer que é pelo fato de o ano estar acabando..
A gente olha pra trás e pensa: "Nossa... Graças a Deus acabou", ou "Como esse ano passou rápido", ou "Não via a hora deste ano acabar...".
Dependendo de como foi para cada um.
O Natal é meio que um marco para o fim definitivo do ano, já que agora falta apenas uma semana para o início de um novo ano.
NOVO.
Novas possibilidades.
Ou não...
Você tem uma semana para fazer suas promessas, seus planos, traçar suas metas.
Aquela dieta que não conseguiu seguir este ano, o cartão que não enviou, a ligação que não fez, o quanto não se dedicou a uma coisa, o quanto não se dedicou a você mesmo.

É tempo de planejar mudanças.
Mesmo que estas não sejam feitas realmente.

Um Natal cheio luz pra todos!
Deus os abençoe...

23/12/2011

O que eu também não entendo.


"(...)Eu peço a Deus paciência, peço a Deus amor,acho que se ele me concedesse isso, eu seria a mulher mais feliz do mundo. Porque além dos sentimentos mais lindos, eu teria o amor que eu sonhei pra mim. Acho que amor mesmo é quando você não sabe porque está com aquela pessoa, não sabe porque a ama. Você só sabe que ama. Com os defeitos, com as manias, até mesmo com a frieza. Até mesmo com o cabelo estranho, com o rosto com cheiro de enxofre por conta do tratamento de espinhas, mesmo ele fazendo coisas que você não gosta e não aceita. E continua não aceitando, isso gera briga, discussão, isso cansa, isso desgasta, mas o que você quer é estar do lado dele. Mesmo você não entendendo o porque dele ser daquele jeito, meio distante, meio calado, meio meio... mas é difícil imaginar outra pessoa. Até porque existem coisas que parecem ser feitas sob medida pra você. E é assim que eu tenho percebido. E da próxima vez que eu te mandar embora, não seja idiota o suficiente pra ir. Porque por mais raiva que possa estar de você, nada é mais bonito do que quando você me abraça e sorri pra mim.(...)"

Parece feito sob medida pra mim este texto também!

Peguei da Andressa, minha flor!

:)

22/12/2011

Diálogo




- Sinto sua falta.

- Eu também. Mas segui minha vida. Estou com outra pessoa agora...

- Eu também estive com outras pessoas. Mas nenhuma delas é igual a você.

(um pequeno sorriso envergonhado no rosto dela.)

- E você ainda me amará amanhã?

- Com todas as minhas forças!

(E aquele abraço foi de despedida. Era bom pra ela ter certeza disso. Mesmo sabendo que nunca mais seria como antes.)

07/12/2011

Encantado!



Não é a roupa que você veste ou o que você possui que me encantam.

É o seu jeito meio menino meio homem e o seu sorriso lindo que me prendem, me arrebatam, me fazem esquecer qualquer bobeira, qualquer problema.

O que posso fazer?
:)

04/12/2011

Adapte-me


Estive pensando estes dias....
Nossa! Como estou diferente!
Mas é diferente mesmo, de todas as formas.
Diferente de alguns poucos anos.
Diferente do mês passado.

Não sei se é essa coisa de faculdade que faz a gente ir amadurecendo e criando outros objetivos de vida e consequentemente outras prioridades.
Acho que até pode ser sim. Mas tem muito mais coisas.

Nestes últimos anos, desde que entrei pra faculdade, muita coisa mudou em minha vida.
Mudança de cidade (de novo), término de namoro, separação da mãe, noivado do pai que ficou na outra cidade, ficar longe de alguns amigos, reencontrar outros, fazer novas amizades (que levarei pra vida toda!), conhecer lugares e pessoas que nunca imaginaria conhecer, fazer uma cirurgia tão arriscada e complicada, engordar, emagrecer, amar, se decepcionar. Amar de novo. Se decepcionar de novo... Gostar, com um pé atrás, e acabar apaixonando de vez, por um cara que nunca havia me chamado atenção e que é "todo errado".. rs! Me decepcionar com amigos, mas saber perdoar. Rir mais de mim mesma... Não levar certas coisas tão a sério, e outras, levar muito mais a sério.

Bom, acho que na verdade não é que a gente muda.
A gente se adapta à vida. E ela se adapta a nós.

Não é?
;)

02/12/2011


Certas dores e certos amores,
só entende quem as sente.