28/05/2010

Hmmmm! Que fome!




Estamos com fome de amor:

"Uma vez Renato Russo disse com uma sabedoria ímpar:
'Digam o que disserem, o mal do século é a solidão'.
Pretensiosamente digo que assino embaixo sem dúvida alguma.
Parem pra notar, os sinais estão batendo em nossa cara todos os dias.
Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes, danças e poses em closes ginecológicos, chegam sozinhas. E saem sozinhas. Empresários, advogados, engenheiros que estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos.
Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dance", incrível.
E não é só sexo não, se fosse, era resolvido fácil, alguém duvida?

Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho sem necessariamente ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico, fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão 'apenas' dormir abraçados, sabe, essas coisas simples que perdemos nessa marcha de uma evolução cega.
Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção.
Tornamos-nos máquinas e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.

Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada no site de relacionamentos Orkut, o número que comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra ser sozinho!".
Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis.

Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento e estamos a cada dia mais belos e mais sozinhos.
Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário, pra chegar a escrever essas bobagens (mais que verdadeiras) é preciso encarar os fantasmas de
frente e aceitar essa verdade de cara limpa.
Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia é feio, démodé, brega.

Alô gente! Felicidade, amor, todas essas emoções nos fazem parecer ridículos, abobalhados, e daí?
Seja ridículo, não seja frustrado, "pague mico", saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta.

Mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois.
Quem disse que ser adulto é ser ranzinza?
Um ditado tibetano diz que "se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele?"

Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou uma advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é continuarmos achando que viver é out, que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: 'vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da
vida'".


Antes idiota que infeliz!

-(Arnando Jabor)

__________________________________________________

Em primeiro lugar, gostaria de me desculpar, como sempre, pelos sumiços..
Estou quase enlouquecendo com este final de período.
É tanta coisa! Tantas provas, trabalhos, o estágio no abrigo, monitoria de testes...
Minha vida pessoal fica meio que anulada.
Só tenho tempo para facul, fisioterapia e natação...
Agora acabei a fisio, mas estou voltando a trabalhar.
Segunda retorno.
Por um lado é bom, trabalhar faz bem pra gente, né...
Mas por outro, vou ficar doida por não sobrar muito tempo pra facul.
Mais uma vez, minha vida ficará um pouco mais "anulada" e não sobrará muito tempo pra mim mesma... Nem tenho saído de casa! Só para estas coisas que já citei!
Mas espero que com o tempo as coisas comecem a voltar ao seu lugar, e tudo se ajeite.
___________________________________________________

Quanto ao texto, eu sempre gostei muito do Jabor.
Ao ler este texto me identifiquei tanto!
Principalmente quando vi sobre as "comunidades".. hahaha..
Estou em pelo menos uma ou duas parecidas...

Acredito naquela coisa de que hoje as pessoas constroem paredes ao invés de pontes.
E então o que temos são diversas ilhas.
Há uma dificuldade enorme de deixar que o Outro se aproxime.
Ou mesmo de querer.. Talvez por medo, por "covardia"... Não sei.

Particularmente, prefiro ser brega, como Jabor.
;)

BeijO!

19/05/2010

Sem Mandamentos





"Hoje eu quero a rua cheia de sorrisos francos
de rostos serenos, de palavras soltas
eu quero a rua toda parecendo louca
com gente gritando e se abraçando ao sol

Hoje eu quero ver a bola da criança livre
quero ver os sonhos todos nas janelas
quero ver vocês andando por aí

Hoje eu vou pedir desculpas pelo que eu não disse
eu até desculpo o que você falou
eu quero ver meu coração no seu sorriso
e no olho da tarde a primeira luz

Hoje eu quero que os boêmios gritem bem mais alto
eu quero um carnaval no engarrafamento
e que dez mil estrelas vão riscando o céu
buscando a sua casa no amanhecer

Hoje eu vou fazer barulho pela madrugada
rasgar a noite escura como um lampião
eu vou fazer seresta na sua calçada
eu vou fazer misérias no seu coração

Hoje eu quero que os poetas dancem pela rua
pra escrever a música sem pretensão
eu quero que as buzinas toquem flauta-doce
e que triunfe a força da imaginação."


[Oswaldo Montenegro]

________________________________

Que delícia seria um dia assim!
Sem preocupações...
Sem "algemas" e sem vendas nos olhos...
Sem cascas e armaduras...

Somente pessoas.
Como são.

Livres...

_________________________

Fico feliz quando vejo que algumas pessoas se identificam com o que escrevo.
É tão bom saber que não somos "sozinhos" no mundo, não é?
E que tem alguém por aí que sente algo parecido, que vive ou já viveu algo parecido..

O engraçado é q no dia que escrevi o post, o "fulano" me ligou e a gente ficou um tempão conversando...
Não conversamos nada demais... Só jogando conversa fora mesmo...
Mas foi bom, porque fazia tempos que isso não acontecia.
Me surpreendi pela iniciativa.
Ultimamente temos conversado mais no msn também.
Mas nem me empolgo muito como antes, pra não "quebrar a cara".
Como eu disse, estou " com o coração aberto" e deixando as coisas acontecerem.
O que tiver que ser vai ser.
Estou tentando viver a minha vida.
Tentando retomá-la aos poucos...
Mudar algumas coisas, como já disse...
O que não é muito fácil.

Mas sei que nenhuma mudança é fácil.
E sei que tudo depende de mim.
Só de mim.
____________________________

BeijOs!

15/05/2010

Dando explicações..!



Olá queridos..

Percebi que a grande maioria pensou que eu havia escrito para "alguém".
Como disse a Déia, talvez tenha mesmo, meio que inconscientemente.
Não posso negar que exista alguém. Sempre existiu, e já falei dele aqui.
Mas se é dele que falo, é de maneira "idealizada".

Não estou mais "sofrendo" por causa dele (ou por minha causa?).
Estou com o meu coração tranqüilo, no sentido de que apesar de estar com um cantinho ocupado, ainda há muito espaço dentro dele, e ele está aberto.
Aberto e com vontade de ser preenchido.
Estou precisando de "vida".
Sabe aquela vida que só uma paixão "avassaladora" nos dá?
Pois é.. Essa vida.
Poder viver uma paixão.

Amor a gente guarda...
O tempo pode passar, mas o amor fica ali, mesmo adormecido.
Esperando só o momento certo para despertar novamente.

Se eu pudesse, com certeza escolheria estar vivendo este "amor".
Mas as coisas não dependem só de mim.
E as vezes parece que muitas coisas conspiram contra nós.

Estou deixando as águas rolarem..
Deixando acontecer.
Hoje somos "amigos".
Amanhã, não sei.

Está sendo mais fácil assim.
(por mais que as vezes eu perceba, que é uma maneira de me "enganar" para não sofrer).
______________________________________
Estou começando a voltar para a minha rotinha.
Provavelmente volto a trabalhar no inicio do mês que vem (depois de um ano de licença!).
Estou voltando aos poucos a sair com amigos que não via há um tempão.
E tentando carregar junto uma amiga/irmã que virou mãe-esposa e estava achando que a vida acabou...rs!
Mês que vem terá uma trance aqui em Bh. A Playground.
Pra quem não sabe, eu gosto demais de trance. Musica eletrônica é bom demais! E ir numa trance, para mim, é quase como tomar um banho de cachoeira. Lava a alma.
Faz muito tempo que não vou. Fiquei longe das festas por causa da cirurgia e do tratamento. Mas agora vou começar a voltar. Claro que com todo cuidado, né?
Sem abusos! ;)
______________________________________

Enfim...
Eu ando um pouco cansada de algumas coisas e pessoas.
E estou precisando começar a mudar isso, mudar de ambientes, de "amigos", de postura com algumas pessoas...
E principalmente começar a mudar algumas coisas em mim mesma.
Já dizia Pessoa, "..É o tempo da travessia, e se não ousarmos fazê-la estaremos para sempre à margem de nós mesmos."

BeijO!

Saber saborear...
______________________________________

"... Cansei de pedir. Para que o milagre aconteça é preciso não esperá-lo. Nada mais quero..."
[Clarisse L.]


"..Eu vou ficar esperando você numa tarde cinzenta de inverno bem no meio duma praça.
Minha voz vai querer dizer tanta coisa que eu vou ficar calada um tempo enorme só olhando você sem dizer nada."

[Caio F. Abreu]

12/05/2010

O Estranho




"Ei! Você aí!
Quem é você?
Você que me olha com estes olhos de devorador...
Um olhar que me despe, que invade meu íntimo.
Um olhar de animal feroz, que observa a presa
prestes a atacá-la.

Você que me olha com olhos de admiração e adoração...
Como se contemplasse a uma deusa.

Você que me olha com olhar adolescente,
paquerando "a garota dos teus sonhos"...

Me olhas com desejo e inocência ao mesmo tempo...

Estás me deixando corada!
Estás me deixando confusa...

O que queres de mim afinal?

Não te escondas mais!
Não demore tanto..

Não sou tão perfeita...

Mas há tanto tempo espero por ti!"

[RaH]

________________________________________
Escrevi dia desses..
Não sei porque.
Simplesmente veio.
Mas essas coisas são assim mesmo né?

Bom, me desculpem pelos sumiços..
Anda meio complicado de ficar postando e visitando vocês...
Facul está exigindo muito de mim estes dias.
Minha rotina ta meio puxada!

Mas prometo que vou dar um jeito de arranjar um tempinho pra passar e deixar um beijinho.
;)

BeeijO!

04/05/2010

Espera..





"Ai quem me dera, terminasse a espera
E retornasse o canto simples e sem fim...
E ouvindo o canto se chorasse tanto
Que do mundo o pranto se estancasse enfim

Ai quem me dera percorrer estrelas
Ter nascido anjo e ver brotar a flor
Ai quem me dera uma manhã feliz
Ai quem me dera uma estação de amor




Ah! Se as pessoas se tornassem boas
E cantassem loas e tivessem paz
E pelas ruas se abraçassem nuas
E duas a duas fossem ser casais

Ai quem me dera ao som de madrigais
Ver todo mundo para sempre afins
E a liberdade nunca ser demais
E não haver mais solidão ruim

Ai quem me dera ouvir o nunca mais
Dizer que a vida vai ser sempre assim
E finda a espera ouvir na primavera
Alguém chamar por mim...
"

[Vinícius de Moraes]

Coração parece estar se acalmando...
A tempestade parece estar passando...

Agradeço sempre por ter o carinho de vocês.

BeijO!