30/04/2012

ainda que já tivesse essa resposta, era outra que eu queria.

Mesmo que a gente queira que tudo seja diferente, que no fim outras palavras sejam ditas, que outras atitudes sejam tomadas, isso não acontece. E aí a gente vê que a maior parte do sentimento que carregamos é por uma fantasia. É por acreditar em algo que não vai acontecer. Mas que a gente espera até o ultimo segundo, porque aquilo pode sim ser de verdade, porque a gente merece sim aquele sentimento, aquelas palavras, aquela atitude, aquele beijo, aquele 'eu quero ficar com você mais que tudo nesse mundo'. E por mais que eu já tivesse uma idéia de que fosse apenas uma fantasia e soubesse de todas as respostas que teria, a fantasia não ter acontecido dói tanto. As palavras que não ouvi e o beijo apaixonado que não ganhei fazem tanta falta e deixam um nó tão apertado na garganta que não há outro lugar pra escapar esta dor a não ser pelos olhos. Havia um tempo não sentia isso. Mas há muito mais tempo eu não sinto esse beijo, esse amor, essa paixão. E eu preciso disso. Seja dele ou seja de quem for. Faça diferença em minha vida ou ao menos saiba mostrar a diferença que faço na sua vida.

28/04/2012

A passos por vezes apressados, por vezes vagarosos, eu sigo.

E na minha ânsia por respostas e soluções, tudo que encontro são mais perguntas.

22/04/2012

das coisas que eu queria

Tem momentos como este agora que tudo que eu queria era que alguém viesse correndo, me deitasse no colo e me dissesse "Vai ficar tudo bem. Tô aqui agora." Queria que pudesse me colocar num carro mesmo que eu estivesse em prantos e me levasse pra um lugar qualquer, de preferência desses bem bonitos, pra ver um céu estrelado, ver o sol nascer, falar de coisas nada a ver, rir de coisas banais. Queria que pudesse me mostrar que a gente tem nossas batalhas diárias, mas que existem muitas coisas por aí que fazem estas batalhas. Porque elas existem para nós. Que a gente sofre sim, mas que pode passar. Que dói sim, mas que sara. Queria que pudesse me mostrar que não preciso ter medo do amanhã. Nem do hoje. mas se eu tiver, tudo bem também. Não estarei sozinha. Mas nem tudo que a gente quer a gente tem ou pode ter. Então eu fico aqui, quietinha no meu canto sozinha, travando minhas batalhas e as vezes as dos outros, doendo, com medo do amanhã, sem saber do que vai ser. Torcendo para que seja melhor, mas sem saber do que vai ser. Seja o que Deus quiser.

07/04/2012

Só por hoje.


Ultimamente tenho assistido a seriados americanos e as vezes fico imaginando como minha vida seria se fosse diferente do que é.
Imaginando uma outra vida, uma outra Raisa, em outro lugar.
E a resposta já está dada. Seria diferente. Só isso.
Não posso dizer se seria mais feliz ou não, se teria menos problemas ou não. Apenas que seria diferente.
E diferente eu sei que já sou. Sempre fui.
Mudei tanto minha vida toda... Tentando me adaptar ao 'meio externo', mesmo que o interno estivesse sempre um caos.
E é assim que tenho sentido.
Um caos.
Uma crise constante, que não passa.
Estou tentando viver um dia de cada vez, como um alcoolatra ou usuário de droga em tratamento tentando se afastar do vício.
Um dia de cada vez.
Um passo de cada vez.
Cada dia uma vitória.
Uma queda pode ser um desastre total e fazer com que eu perca tudo.
Mas o amanhã virá.

Então, só por hoje.
Vai passar.