12/03/2014

Ei garota! Que vazio é esse no seu olhar?



Ei garota, tá tudo bem aí dentro? 

O que houve?

To achando tudo meio vazio. 

Aqui costumava ter um tapete de boas vindas, e um abraço caloroso à espera.

Mas não tem nada, nadinha.

Até minha voz tá ecoando.

Tem certeza que está tudo bem?

Quando foi que tudo ficou desse jeito?

Que bagunça é essa?

No chão são fotos rasgadas? Cartas queimadas?

Quando foi que você se perdeu?

Seu coração foi um dos mais bonitos que já tive a oportunidade de conhecer.

Sempre acreditava mais uma vez.

Só mais uma.

E perdoava quem quer que lhe pedisse bandeira branca.

E resguardava os refugiados do amor.

E acalentava no frio gélido da indiferença.

Você era um coração pulsante.

Daqueles que você tem certeza que a chama nunca vai se apagar.

Você mantinha a esperança viva em meio ao caos.

E bradava contra a solidão.

E lutava contra os que não acreditavam no amor.

E o seu sorriso. Ah, o seu sorriso.

Ele dizia "Fique ao meu lado e corra o risco de ser feliz para sempre''.

Você era um final feliz fora dos contos de fada.

E o que aconteceu?

Me diz, mas me diz agora.

Quem foi que fez isso?

Fez do seu coração um campo de guerra com pedaços mutilados por todas as partes?

Não sobrou nada.

Os olhos não brilham.

O sorriso se apagou.

Não tem borboleta por aqui mais.

Tá escuro.

Tá frio.

Tá vazio.

Tá doendo.

Já sangrou.

Cicatrizou.

E ficou assim, vazio.

Quando foi que seu coração deixou de acreditar?