19/06/2009

Teimoso!



Estranho amor este em meu peito.
Amor que deseja.
Amor que sente saudade.
Amor que sente raiva por ser amor.
Amor que assusta.
Que assombra...
Amor que não deveria ser amor.
Abala meu id, inquieta meu ego, e confunde meu super-ego.
Provoca taquicardia, vertigens e calafrios.
Desperta borboletas em meu interior.
Misto de sensações.
Mas quem pode controlar um sentimento?
Quem sabe a fórmula de amar quem escolhermos?
Quem me dera possuir esta fórmula.
Escolheria amar um outro alguém.
Amar quem me ame.
Amar quem não me faça chorar.
Amar quem puder ser "meu".
Amar..
E só amar..
E quando não quisesse mais, deixar de amar este, e amar outro.
Quem dera mandar neste teimoso coração.
Que mesmo com tantas feridas, tantas cicatrizes, insiste em abrir uma nova ferida.
Ou reabrir uma antiga... Não sei.
Coração confuso, teimoso, masoquista.
Vai gostar de sofrer assim lá longe!
Por que não escutas tua dona?
Por que não aprendes?
Parece criança pequena!
Curioso... Insistente.
E exigente.
Vai entender....!


RaH

Nenhum comentário: