09/03/2010

Sentimento..Você não sabe o que se passa aqui por dentro!


Sentimento é uma coisa difícil de descrever.
É subjetivo demais.
Por mais que tentamos, não existem palavras suficientes para descrevê-los, para traduzi-los de maneira tão fiel a sua "forma".
Somos seres de múltiplos sentimentos e em diversos momentos eles acabam por se misturar e se confundir.
Quem nunca sentiu ódio por alguém, por amá-lo tanto?
E quem nunca pensou estar amando quando era apenas uma paixão passageira?
E quem já se apaixonou por um amigo?
Além disso, outra coisa que podemos observar é como os brasileiros são muito mais sentimentais do que os outros povos, como os americanos, europeus e asiáticos.
Tenho a impressão de que nós sentimos coisas que eles não sentem ou, ao menos, não demonstram.

Será mais fácil assim?
Talvez se sofra menos...
Estávamos discutindo em sala dia desses: a saudade por exemplo, é uma coisa tipicamente brasileira.
Procurando em dicionários, o termo significa:
saudade
s. f.
1. Lembrança grata de pessoa ausente ou de alguma coisa de que nos vemos privados.
2. Pesar, mágoa que essa privação nos causa.


E ao tentarmos encontrar esta palavra em outras línguas, não a encontramos.
Tá, tudo bem. Encontramos expressões parecidas.
No inglês encontramos a expressão "miss you", que significa "sinto sua falta".

Mas sinceramente, apesar de a saudade também ser a falta de algo ou alguém, isto não basta para representá-la. Não basta para dizer o quanto é esta falta.

A saudade em si, é indescritível. Não se traduz em palavras.
É sim sentir falta, faltar um pedaço, querer voltar para onde seu coração está...
Mas o que mais?
É tanta coisa!
É angústia... É aperto no peito... É vazio..
É tanta saudade!
É imensurável.
Não dá para tocar. Não dá para medir.
É também incomparável... Ninguém sente saudade igual.

Cada um tem uma saudade. Ou muitas.

Particularmente, tenho tantas que já não sei mais...

Não se pode listar.
Algumas já não posso "matar".
É um tempo que já se foi...
São pessoas que já se foram...
Amizades que se quebraram, e se foram...
Amores que se acabaram...
Sorrisos que já amarelaram...
Abraços e afagos que já esfriaram.

Tudo que um dia foi e já não é.
Tudo que não volta mais.


Saudades também de quem mora longe... Mas a saudade destes eu mato quando "como a presença". (clarice mode on!)

Tenho saudades até do que ainda está por vir.
Por saber que um dia irá passar.


Tudo passa.

Isso as vezes me angustia.

Não sempre, pois não vivo tão assim com medo do futuro.
Mas as coisas boas eu gostaria que não passassem.

Nem as pessoas.

Mas como a vida é passageira, não?


BeijO!

7 comentários:

Desabafando disse...

Adorei o tema...eu tenho saudades de quem ainda não conheço, tenho saudades do que vai vir pq tb sei que vai passar e aí quando acontece isso procuro aproveitar o agora ao máximo. Eu sinto saudades de tantas coisas..rsrsrs..

[ rod ] ® disse...

Saudade mata mesmo! e enquanto não o faz dilacera nossas lembranças e corrói nossas vertentes de amor.

Bjs moça!

Filipe Resende disse...

Concordo plenamente com tudo q você disse. Até porq estou vivendo esse momento de confusões sentimentais, digamos assim: Não sei o q sinto, quando sei não sei porq sinto, consequentemente não sabendo explicar absolutamente nada deste 'sentir'. Gostaria que me respondesse. meu e-mail> fresende_10@hotmail.com... E se puder da uma olhada do fruto de tais sentimentos em meu blog> www.filiperesende.blogspot.com.

Obriigaduuuu =D

Luciana Klopper disse...

Tava pensando nisso hj mesmo, tenho saudades de muitas coisas q passaram...e sinto doer por tudo passar, pq não é só o ruim que passa, coisas boas tb passam...sinto saudades de pessoas que passaram...bjs

Enrique Coimbra disse...

Falou tudo!

ANOITE disse...

é isso ai....falou tudo.
Lindissimo o que escreveu.
Tambem penso dessa forma embora,nos meus textos,não deixe transparecer.
Voltarei...

SMM disse...

Gostei muito do teu texto ! Se puder me visite, http://sindromemm.blogspot.com