15/04/2010

Chuuuta!


Olhar perdido.
Olha e não vê.
Está voltado para dentro.

Ouvi uma frase que tomei para mim.
"Cada minuto que passa pode ser tudo que me resta para viver, mas desperdiço o tempo como se ele fosse infinito."

As pessoas vivem como se o mundo fosse acabar agora, neste instante.
Sei que corro o risco de perder a minha vida, de ter minha existência interrompida a qualquer momento, mas vivo não só o AGORA. Invisto no AMANHÃ.
Invisto no meu futuro.
Acredito na continuidade.
Se vivermos todos pensando que o mundo está para acabar a qualquer momento, tudo vira um caos e realmente acaba.

Percebo que ando cercada de pessoas assim...
Que não se preocupam com o que pode acontecer "depois", não se importam com consequências, e "consequentemente", não se importam muito (ou nada) com os outros.

Pessoas egoístas, egocêntricas.
Tem certas horas que me sinto como uma estranha no ninho.
Olho para os lados e tudo o que vejo são pessoas massificadas, produtos de uma sociedade do agora, do consumo, do desejo próprio, da falta de amor, da falta de respeito.

Pessoas estas que sofrem pelos seus erros, mas continuam cometendo os meeesmos erros, batendo na mesma tecla.
Uma sociedade que fala de inclusão, excluindo.
Que reclama de seus políticos corruptos, roubando, sendo como eles.
E continuando a (re)eleger corruptos.
Uma sociedade onde alguém que rouba para alimentar a família passa anos e anos atrás das grades, enquanto um político que rouba milhões do povo é solto em 2 meses.
Que um pedófilo com uma pena de 14 anos (e uma indicação de tratamento psicológico a ser feita - que não foi), é solto com 4 anos de pena cumprida por "bom comportamento" (óbvio..havia crianças e/ou adolescentes presos?) e então ele mata 6 jovens.
A culpa, para muitas pessoas, é dele. Alguns andam dizendo que ele é que deve ser "morto".
Mas não é o sistema que está TODO errado?

Gente que fala de Ética sem nem saber ao certo o que significa.
Fala-se de Direitos Humanos e não se pratica.

Falam do brasileiro como um povo feliz, alegre, festivo.
Sim, o é.
Mas sofre.
E muitas vezes sem lutar, sem mudar.
É PASSIVO.

E isso me revolta.
Me revolta também a hipocrisia.

Este texto pode estar parecendo uma bagunça para você, amigo(a) blogueiro/leitor (a).. Mas é que hoje estou tão angustiada que precisava "botar" algumas palavras pra fora. "Cuspir" algumas revoltas. rs.

Estou cansada... Cansada de algumas amizades, de amar sozinha, de quebrar a cara, de tanta hipocrisia, de tanta tragédia, de tanta roubalheira na política, de tanta violência, de tanta impunidade, de tanta futilidade...

Estou cansada até de mim mesma. Da minha imagem no espelho.

Viver neste mundo as vezes dá tanto trabalho!

4 comentários:

Vanilla disse...

oi lindonaa
obrigada pelo carinho viu
E realmente, é um recomeço!
=DD
beijooos

Desabafando disse...

É, tb me revolta ver o comportamente de certas pessoas que parecem não medir as consequências dos próprios atos.

leonel disse...

ei-lo um belo desabafo. Creio que fazes bem, vivendo o agora, projetando-se no amanhã também. É, guria, as pessoas são egoístas, e, muitas vezes isso faz com que nos doemos mais do que podemos. E não há perda sem dor. Dói perder uma parte de nós para alguém que não deu o devido valor.

Entendo em tuas palavras espelho de algumas minhas ditas no post de Além das Consequências.

Abraço!

Denise disse...

QUINTANA TEM O DOM DE DIZER AQUILO QUE PENSAMOS E NÃO CONSEGUIMOS COLOCAR EM PALAVRAS
E VC O DOM DE ME DEIXAR EM CONTENTAMENTO CADA VEZ Q ME VISITA

GRATA