02/07/2010

Meus "amigos" fantasmas



Alguns fantasmas ainda me assombram...

Lembranças do passado que teimam em voltar.
Um passado em que eu via meu presente desmoronando e previa meu futuro, com temor.
Laços que se afrouxaram...Outros desataram.
E eu, me perdi.
Ou me encontrei?
Perdi parte de mim.
Encontrei parte que não sabia que poderia existir.
"Mudanças as vezes requerem sacrifícios!"
Mudei... sem querer e por querer.
Me mudaram.
Mudaram comigo.
E eu sofri.
E ainda dói tudo isso.

Fazia um tempo não sentia essas dores...

Mas a ferida resolveu sangrar de repente.
E as lágrimas em minha face tornaram a rolar.
A solidão, companheira, que nunca "me deixa só", nunca me abandona,
tornou a lembrar-me que sempre esteve comigo.

_________________________________________


Desculpem os sumiços...
E quanto a isso aí, aos poucos está melhorando.
_____________
Uma pena a derrota da seleção...
Foi triste o fim.
Mas foi bom enquanto durou.
______________
Tristeza maior é o que anda acontecendo em nosso país..
Acho que eu não teria estrutura para suportar aquela situação de ver minha cidade completamente destruída pelas chuvas, pelas enchentes...
Ver as pessoas sem o que comer, sem onde ao menos "sentar para descansar", sem saber por onde REcomeçar...

Não é a primeira que acontece e com certeza não será a ultima.
Só nos resta ter solidariedade, lembrar que somos "irmãos", e ajudarmos como pudermos.

Para quem deseja fazer doações, aqui estão algumas informações.
________________________

BeijO grande...

4 comentários:

Helcio Maia disse...

Morei em Pernambuco, amo aquela gente, sinto-me, um pouco, nordestino.
Solidão de lá, solidão de cá, que volta a sagrar, mas pode estancar, pelo escancarar da vida, que prepara surpresas, que mexem com tudo, que fazem chorar...de felicidade.
Abraços solidários.

Jeh Marissol disse...

qualquer que seja a pancada, apesar de sarar e "desinchar" sempre deixa cicatriz, e as vezes a ferida continua aberta, embora pareça que não...acontece de nos surpreender e eliminar de nós algumas "lagrimas de sangue"...mas isso é bom!
guardar a dor pra si, somente faz com que ela aumente, deixa ela se desprender de voce...
e, se isso te consola, existem inumeros corações doendo, por ai...embora sua dor seja ímpar, não é única! e ela pode servir para aliviar a do seu proximo

Espero que esse coraçãozinho esteja preparado para esquecer essa dor e receber as alegrias que, com certeza, estão chegando por ai....
grande bjo, da sua nova seguidora

Rafael disse...

Vivemos pra sentir algumas dores...
bjs

Natália disse...

As vezes dores são para nos fortalecer na vida, precisamos levar alguns tombos para aprender a se levantar, para aprender a ter coragem a ser forte.
Quando a solidão vira noss companheira, é hora de abraçar os amigos, abraçar seu sonhos e seguir em frenteignora-la, não tentar pensar tantos nos problemas, tentar apenas desaparecer com cada um deles. *-*

http://bloggitando.blogspot.com