18/11/2010

Amores. (o Primeiro)





Tive alguns amores em minha vida. Vou falar de alguns pra vocês em 4 posts.

O primeiro amor, como sempre, marcou e muito.

E talvez seja por causa dele que eu seja tão insegura agora nas minhas relações.

Bráulio era 2 anos mais velho, cabelos castanhos e lisos, corte tipo surfista.
Olhos azuis.
Lindos olhos azuis...

Fazíamos parte do grupo de escoteiros da minha cidade.
Acabamos nos envolvendo e nos encontrávamos nas reuniões do grupo, e às vezes ele ia me ver na escola.

Até que um dia, depois de passar uns 2 sábados sem ir na reunião (modos do meu padrasto me castigar por qualquer coisinha na época), recebi uma ligação de uma amiga em comum, dizendo que ele havia pedido para ela conversar comigo, para terminar tudo, pois ele estava ficando com a Nayara, uma menina que havia entrado há pouco tempo no grupo e que era, inclusive, da mesma patrulha que a minha. ¬¬°

Desabei. Nunca havia sentido tanta dor na minha vida.

Algum tempo depois voltei ao grupo, um pouco diferente...
Os sofrimentos geralmente nos fazem amadurecer. Mudei um pouco de visual também.
Quando cheguei pensaram até que eu iria bater na garota. Haha...
Mas não sou disso.
Tentava ignorar, simplesmente.
Era difícil ver os dois juntos. Mas quando isso acontecia, mudava de lugar. Não fiquei muito tempo no grupo...
Não consegui. Alguns laços haviam se rompido, eu não conseguia ficar perto da tal garota e fingir que nada havia acontecido, e muitos ali estavam “do lado dela”.

Soube pelo próprio Bráulio, anos depois, que após um tempo de namoro ela o traiu e eles terminaram. (eu tive que rir... e falei pra ele, que ele sentiu um pouco do que senti). Neste dia ele disse o quanto havia se arrependido.

Hoje temos certo contato, já ate ficamos algumas vezes depois dessa história toda, e saímos um dia desses aí...
É legal ver o quanto mudamos, o quanto amadurecemos.
E como aquele amor, apesar de tão rápido e de ter me feito sofrer tanto depois, foi muito bom enquanto durou.

Ainda sinto borboletas na barriga quando ele me beija.
Pareço voltar àqueles tempos...
E é muito bom!

:)

[Relembrar também é viver, né? haha]

7 comentários:

Poliana Fonteles disse...

POis esse Braulio foi muito infeliz na escolha dele...

Ain Ráh, hô nome engraçado esse dele...rsrs, pensei até que cê tava brincando...rsrs... perdão mas não resiti a comentar isso..rs

Abraço!

RaH disse...

hahahhaa
pois é...
pior q é esse mesmo viu?
ele é uma gracinha...
Mas o nome... tsc tsc..
Apelido da época: Baubau.. hahahaha!

baubau mesmo.. rs
beijO

Nina disse...

Ah! querida, é muito bom ler seus posts! Eu viajo imaginando cada personagem dos seus textos!

bjinhos

Nina

Andressa Keka disse...

escolhas.
a gente paga pelas escolhas que a gente faz,e essa foi a paga do Bráulio, te trocou por umazinha ai,e depois ela o traiu,
realmente você teve que rir mesmo de bobo que ele foi. UAHSAUSHSS
amores, principalmente os primeiros marcam demais né?

beijocas minha flor!
pra TUDO' o que tu precisar de verdade, eu to aqui, sabe que tens uma amiga ♥

Dil Santos disse...

Rah amiga, ai q raiva dele q eu senti agora menina, uma vontade de dar um tapa na cara, idiota, ahahahahaha.
Eu sei bem como é isso, já me senti assim, mas tudo na vida passa né? rsrs
Ai menina, q bom q sentiu, kkkkk
O gratificante de escrever, é quando vc o faz e as pessoas sentem mesmo q um pouquinho do que vc colocou no "papel", rs.
Ai menina, vc vai adorar, no próximo post eu vou indicar um outro, rs.
Ai menina, hj fiquei o dia todo praticamente só cantando Vanessa da Mata, acho q cantei boa parte do repertório dela, kkkkkkkk
Bjo menina

Lua disse...

Esses primeiros amores sempre marcam. O 'Baubau" foi um bobo na época, mas como você mesma diz, com o tempo amadurecemos (ainda bem!).

Beijos, adorei seu blog!

Desabafando disse...

Ah, que linda sua história! To ansiosa pelos próximos posts!