19/01/2011

O pra sempre sempre acaba




- Vamos sair hoje... Eu você, o "L e a mina dele"?
- Ah, vamos. Desde que eu não leve um bolo né. Só vou começar a arrumar quando você falar que tá saindo.
- Ok. Tô saindo.

....
- Nossa, eu tava com uma saudade de você! É bom te ver assim, linda, bem...
- É... Obrigada!
- Sempre gostei de você, sabia? Do jeito que você é.
- É mas eu já mudei tanto,né J?
- Sim, mas eu sempre gostei de você de qualquer jeito.
-Ahan... (bem Blasé)
....
- Nossa eu tava com tanta saudade... - (me abraçando e apertando) - Do seu cheiro, do seu gosto, do seu corpo assim juntinho do meu...
- Mas não sou eu quem some, não é J? É vc. Sempre foi.
- Mas agora eu estou aqui. Estou perto. Eu voltei. Você sentiu saudades?
- Não. (risos)
....
Obsevava o mirante.. A grande BH á noite...
- Eu daria um chocolate, que sei que você adora, por seus pensamentos.
- Não é nada... Só pensando que o mundo é grande demais e ainda há muita coisa pra eu conhecer.
- É, eu também...
....
- Quero você. Já pensou? Quero ter um filho. Vou construir uma casinha e você vai morar comigo. E aí a gente vai casar e tem uns filhos... haha
- Hahaha! Nãão... Está muito cedo para eu me casar ou ter filhos...
- Ué.. depois que você formar ué... O que você pensa em fazer depois de formar?
- Trabalhar, trabalhar, estudar mais.. Ir para a França ou Inglaterra e estudar mais ainda... Me especializar.
- Ué... mas eu não caibo aí não? Não tem espaço para mim nesses planos não? Eu posso ir com você pra Inglaterra ou França, sei lá...
- Não.
- O quê? Nem uma brechinha?
- Não... Pra ninguém. Planos para mim mesma.
.....


São apenas alguns trechos.
Hoje eu pude perceber que passou.
Acabou.
Aquele amor platônico de adolescência, passou.
Tudo perdeu o encanto.
Não sinto mais nada, meu coração não palpita mais nem sinto frios na barriga..
Não há mais amor, não há desejo, nem mesmo aquela química e encanto todo que havia entre nós.

Passou e pronto.
Nunca será como antes mesmo...
E você tem grande culpa nisso.
Poderia ter sido maravilhoso.
Mas passou.


Não sei se há um outro alguém e isso por acaso ajudou, ou foi simplesmente por tudo o que aconteceu, todos os vacilos, todas as desculpas...

Mas seja o que for, valeu.
Desse amor me sinto livre.
______________________________

RaH



- Vamos nos encontrar?

- Já nos encontramos. Inclusive, já nos perdemos.


C F A
________

"Ele me olhava triste. Eu não suportava seu olhar triste a lembrar-me das vezes todas que o tinha procurado inutilmente pelas ruas sem encontrá-lo. Agora que o encontrava, já não o procurava. E um encontro sem procura era tão inútil como quanto uma procura sem encontro."

Caio Fernando Abreu

3 comentários:

Andressa Tavares Braga disse...

isso ta tão ''andressa e felipe''
kkkk
amei a historia.

olha to com saudade de você,
mal to entrando porque começei a trabalhar; to ensinando inglês pra crianças, é mt bom!

Jackie disse...

Gostei muito do post, me fez lembrar uma amiga que tá sofrendo com o fim do relacionamento, eu espero que logo logo ela se sinta assim, livre desse amor!! beijooo

Desabafando disse...

que pena...mas talvez nao fosse pra ser mesmo né?