28/09/2011

Dona de mim!


Algumas vezes em minha vida deixei de fazer coisas por causa dos outros.
Deixei de falar o que sentia por medo de magoar alguém.
Suportei situações que não foram boas para mim, para deixar outra pessoa feliz.
Me anulei.. E paguei por isso.
Aprendi na marra que se eu não pensar em mim, ninguém vai pensar.
A vida é curta, e cada minuto que passa pode ser o ultimo.
Se eu não me amar, se não me cuidar, ninguém fará isso por mim.
A vida é minha e só eu posso vivê-la.
E eu prefiro ser odiada pelo que sou do que amada pelo que não sou.
Não faço filme, não vou me anular pelos outros, não vou deixar minhas vontades de lado pelas vontades do outro.
Falo o que tenho vontade (claro que usando palavras um pouco mais amenas do que gostaria as vezes...rs), tenho minha liberdade de pensamento e de expressão, até certo limite, óbvio.
Mas não me calo mais.
Quem me conheceu antes, sabe o quanto mudei.
O quanto cresci, amadureci.
O quanto me tornei mais dona de mim.
É isso aí.
DONA DE MIM.

E hoje, se algo não estiver o bom o suficiente, se não me fizer feliz o suficiente, não me serve mais.
Porque tentar, a gente sempre tenta.
Mas insistir em algo que não te fará bem nunca, é martírio.
Não sou uma mártir.
Sou humana.
Sou mulher.
E os caminhos são muitos.

4 comentários:

Andressa. disse...

As coisas só funcionam quando são completas.. nada pela metade!

Marcelo disse...

Você é uma pessoa incrivel..
Adoro seus posts!
Sempre visito...
Beijo linda

JB disse...

Talvez seja isso a origem de toda minha estranheza, todas as vezes que desapareci fugindo de um sentimento que pudesse me controlar e que certamente me faria sofrer, comecei a me amar e não suportar sofrer mais por ninguém...afinal não preciso de ninguém que me complete preciso é de alguém que me complemente, já sou feliz e quero continuar sendo mas com alguém ao meu lado. Bjão e se cuida nessas fascinações que a vida nos traz.

S disse...

É bom não deixar que ninguém tome o ponte de partida por nós, certo? Sermos donas de nós mesmo já é uma grande vitória.
Tava com Saudades daqui, Beijos!