29/10/2012

Amores [Im]perfeitos


Em uma sessão de terapia em família com um casal que está passando por uma crise no relacionamento, disse uma coisa que acho que serve pra todos nós.


Criamos expectativas demais nos relacionamentos e diante de qualquer dificuldade, as vezes pensamos em desistir, porque aquela pessoa 'não é quem eu pensava'.

O que eu disse foi que os relacionamentos não são perfeitos porque as pessoas não são perfeitas.

Relações dão certo se as pessoas envolvidas estiverem dispostas a fazer dar certo, a fazer funcionar.
Se o sentimento que existe é suficiente, a tentativa é valida.
Porque tentar uma coisa que já não tem razão de ser, é desperdício.
De energia, de tempo... 
Se ainda resta alguma razão, alguma chama, se ambos querem, a fogueira pode sim reacender e se manter e aquecer.
Mas é preciso que os dois coloquem lenha, alimentem.
É como remar um barco numa corredeira.
Fica mais fácil se as duas pessoas remarem.
Se só uma fizer isso, o risco de o barco virar é bem maior.

A questão é: estão dispostos? Podem remar juntos?
________________________
Mentira se eu disser
Que não penso mais em você
E quantas páginas o amor já mereceu
Os filósofos não dizem nada
Que eu não possa dizer

(...)

Sei que amores imperfeitos
 São as flores da estação.

Nenhum comentário: