12/10/2012

Infância: do que sente mais falta?



Não posso dizer que na minha infância não tinha responsabilidades. Sempre as tive.
Claro que bem menos que hoje...
Mas com certeza, não tinha tantas preocupações, tantas dores de cabeça, no corpo, no coração... 
Era mais fácil sonhar.
Era mais fácil acreditar.
Em contos de fadas, em um mundo melhor e mais feliz, em pessoas, no amor, na amizade sincera, no papai noel que iria deixar um presente bacana pra mim no natal porque fui uma boa menina, na boa intenção daqueles que te sorriem.

E é disso que as vezes sinto mais falta da minha infância:
a inocência.

Nenhum comentário: